História e Bíblia

UMA PONTE PARA O CONHECIMENTO

Translate

Follow by Email

Total de visualizações de página

SEJA UM SEGUIDOR


Olá, seja bem vindo ao blog HISTÓRIA E BÍBLIA! Gostária de convidá-lo a
ser um seguidor. Basta clicar em seguir ao lado e seguir as orientações.

Nessas eleições a sua igreja (ou pastor) indicou em quem os membros devem votar?

Na sua opinião quem é evangélico deve votar apenas em políticos evangélico?

quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

Mezuzá




Mezuzá

A mezuzá (hebraico, "ombreira de porta") é um pequeno estojo que contém um pergaminho no qual está escrita a seguinte oração: "Ouve, Israel, o Senhor nosso Deus é o único Senhor. Amarás, pois, o Senhor teu Deus de todo o teu coração, de toda a tua alma, e de toda a rua força. Estas palavras que hoje te ordeno, estarão no teu coração; tu as inculcarás a teus filhos, e delas falarás assentado em tua casa, e andando pelo caminho, e ao deitar-te e ao levantar-te. Também as atarás como sinal na tua mão e te serão por frontal entre os teus olhos. E as escreverás nos umbrais de tua casa, e nas tuas portas" (Deuteronômio 6:4-9).

                O pergaminho continua com Deuteronômio 11:13-21, que acentua a obediência aos mandamentos e as recompensas de uma vida reta.

                Mesmo hoje cada pergaminho da mezuzá é cuidadosamente escrito por escribas qualificados, usando os mesmos estritos procedimentos que usam ao escrever as leis. Depois é enrolado firmemente e colocado no estojo de sorte que a palavra shaddai ("Todo-poderoso") aparece através de uma pequena abertura perto do topo. Lê-se uma oração especial quando a mezuzá é presa quase ao topo da ombreira direita da porta. Embora a popularidade da mezuzá tenha diminuído em anos recentes, muitos judeus ainda a beijam tocando os lábios com os dedos e a seguir levantando-os até ela quando entram numa casa e ao saírem dela. Ao mesmo tempo, recitam o Salmo 121:8: "O Senhor guardará a tua saída e a tua entrada, desde agora e para sempre."

                A mezuzá é um lembrete diário para a família judaica de sua responsabilidade para com Deus e a comunidade. Para a comunidade, é um sinal de que este é um lar onde as leis de Deus imperam supremas. Dentro deste santuário, longe das influências mundanas, a família judaica estuda as Escrituras, observa os feriados religiosos, e instrui os filhos na fé dos seus pais.

                Um antigo erudito hebreu explicou a finalidade da mezuzá comparando-a aos guardas de um rei terreno. Do mesmo modo que um rei tem guardas à porta para garantir-lhe a segurança, assim o povo de Israel está seguro dentro de seus lares porque a palavra de Deus está à porta para guardá-lo.

Fonte:  PACKER, James. TENNEY, Merrill. WHITE, William. Vida Cotidiana Nos Tempos Bíblicos. Editora Vida. São Paulo, Brasil.

0 comentários: